Dentre os países com representação de atletas no StarLadder Major, o Brasil será a maior delegação, junto com a Rússia, com 15 jogadores no total. Com três equipes na disputa, o Brasil atingiu o maior número de jogadores da história na disputa do maior campeonato de Counter-Strike: Global Offensive.

No Major que será disputado em Berlim, o Brasil terá a maior delegação desde quando o Brasil começou a ter representação na disputa do campeonato, na ESL One Cologne 2015.

QUEM É O BRASIL NO MAJOR

Estarão presentes na StarLadder Major, a MIBR de Gabriel “FalleN” Toledo, Fernando “fer” Alvarenga, Epitácio “TACO” de Melo, Lucas “LUCAS1” Teles e Wilton “zews” Prado.

Equipe da MIBR durante a BLAST Pro Series LA (Foto: BLAST Pro Series)

A FURIA também vai para o seu segundo Major consecutivo com Andrei “arT” Piovezan, Vinicius “VINI” Figueiredo, Rinaldo “ableJ” Moda, Kaike “kscerato” Cerato e Yuri “yuurih” Santos.

furia ecs
Apresentação da escalação da FURIA na ECS (Foto: João Ferreira/ESPAT Media)

Pela primeira no Major, a INTZ entrará nos servidores com Vito “kNg” Giuseppe, Marcelo “chelo” Cespedes, Alexandre “xand” Zizi, Lucas “destiny” Bullo e Gustavo “yeL” Knittel.

intz
Jogadores da INTZ no primeiro dia de Americas Minor do StarLadder Berlin Major (Foto: StarLadder)

MAIOR DELEGAÇÃO NA HISTÓRIA DO MAJOR

O país superou os dois campeonato com maior número de brasileiros, a IEM Katowice 2019 e a PGL Major Kraków 2017. Nesses torneios citados, o Brasil levou 10 jogadores em cada dividido em duas equipes: FURIA e Immortals, respectivamente.

O número é três vezes maior do que na estreia dos Brasil nas competições Major. Na ESL One Cologne de 2015, apenas cinco brasileiros estavam na disputa com a equipe da Keyd Stars.

Em contrapartida, o campeonato com o menor número de brasileiros foi a FACEIT Major onde apenas quatro atletas estavam na disputa. Na ocasião, MIBR e Liquid abrigavam os jogadores brasileiros.

O AUMENTO DE JOGADORES BRASILEIROS NO MAJOR

Dentre as delegações presentes na StarLadder Major, o Brasil tem o segundo maior crescimento atrás apenas da Dinamarca. Com seis jogadores a mais que na última edição do Major, a delegação dinamarquesa ocupa a primeira colocação nesse quesito.

O Brasil vem na sequência com cinco jogadores a mais que o último Major: os brasileiros serão em 15 em Berlim, contra 10 que foram à Polônia.

A nota triste fica por conta da Suécia. O país que é referencia no cenário mundial tiveram uma involução de seis atletas. Essa situação se dá pelo fato da Fnatic não ter se classificado à StarLadder Major.

O StarLadder Berlin Major será disputada entre os dias 25 de agosto e 8 de setembro, na capital Alemã.