FalleN e companhia agradecem o apoio da torcida na BLAST Pro Series São Paulo (Foto: BLAST Pro Series)

Não foi dessa vez que a MIBR voltou a uma decisão no Counter-Strike: Global Offensive. Apesar dos atropelos diante de Astralis e Cloud9, a equipe brasileira foi derrotada pela Team Liquid e não avançou para a decisão do torneio de US$ 250 mil.

Os jogos aconteceram neste sábado. Gabriel “FalleN” Toledo e companhia fizeram 16-2 na Astralis na Overpass, 16-6 na Cloud9 na Cache e 10-16 na Team Liquid na Overpass.

Com isso, a MIBR terminou a campanha com 7 pontos, amargando a terceira colocação na primeira fase. Como consolo, os brasileiros vão jogar o BLAST Stand-Off – que define o terceiro colocado no geral. O duelo acontece às 17h20.

Na finalíssima do evento, a Liquid receberá a FaZe Clan, que chegou a final depois de vencer a Astralis por 16-5 na Dust2. O jogo esta marcado para às 18h.

RESUMO

Para abrir o dia, os brasileiros fizeram uma das melhores – senão a melhor -, apresentação do ano. Depois de perder os dois primeiros rounds para a Astralis na Overpass, a MIBR venceu 14 rodadas consecutivas e derrotou os melhores do mundo com um sonoro 16-2.

Na sequência, foi a vez de bater a Cloud9. Com João “felps” Vasconcellos inspirado, a MIBR não encontrou dificuldades para vencer os norte-americanos, mesmo perdendo os dois pistols rounds. Final, vitória por 16-6 na Cache.

Com chance de ir a final, os brasileiros até começaram bem diante da Liquid, abrindo 7-0 na Overpass. Os norte-americanos responderam encaixando oito pontos na sequência e virando o jogo. No lado CT, a adversária só administrou a vantagem e fechou o mapa por 16-10.