Magisk, da Astralis, na BLAST Pro Series Madrid (Foto: João Ferreira/RFRSH)

O “streak” da Astralis chegou ao fim. Depois de 31 vitórias consecutivas na Nuke em torneios presenciais, a equipe dinamarquesa foi derrotada pela ENCE na decisão da BLAST Pro Series Madrid.

Os finlandeses fizeram 16-9 no mapa. A ENCE terminou a série fazendo 2 a 0 e ficando com o título.

Com a derrota, a Astralis falhou em fazer ainda mais história. Isso porque a equipe não conseguiu equiparar o recorde 32-0 da Ninjas in Pyjamas na Nuke – a maior sequência de vitórias de uma equipe em um único mapa e em torneios presenciais desde o lançamento do Counter-Strike: Global Offensive, em 2012.

A última derrota da Astralis no cenário tinha sido em dezembro de 2017, contra a mousesports, nas finais da 4ª temporada da Esports Championship Series.

Se considerarmos o desempenho online, o streak era ainda maior, com 37 vitórias. Fora do presencial, a última derrota da Astralis no mapa foi diante da Heroic, na 7ª temporada da ESL Pro League europeia.