Em 20 anos de Counter-Strike, centenas de organizações disputaram torneios nesse período, seja no CS 1.6, CS: Source e/ou no CS:GO. O Mais Esports preparou uma lista com as 10 organizações que mais faturaram com as premiações nas diversas versões do FPS.

10 – Team Liquid

Atualmente no topo do mundo, a organização norte-americana é a 10° na lista das premiações. Presente somente no CS:GO, a Team Liquid ainda não conquistou um major, mas levantou o título da IEM Sydney em 2019, quebrando a sina de não vencer torneios com premiação total de 500 mil dólares. No cenário desde 2015, a Liquid faturou um pouco mais de 2 milhões e 320 mil dólares.

9 – Cloud9

Também norte-americanos, mas campeões de major. A Cloud9 é a nona equipe que mais faturou com premiações nesses 20 anos de Counter-Strike. A C9 também disputou somente os torneios de CS:GO e foi a primeira, e única até o momento, equipe norte-americana ao vencer um major, tendo levantado o título do ELEAGUE Major Boston em 2018. Os estadunidenses totalizaram 2 milhões e 355 mil dólares em premiações.

8 – Ninjas in Pyjamas

Organização sueca e tradicional na história do Counter-Strike, a NiP passou pelo Counter-Strike 1.6 e agora atua no CS:GO. Embora os resultados recentes no CS:GO não sejam brilhantes, a NiP já teve sua era de domínio. Nos primórdios da modalidade, entre 2012 e 2013, os suecos levantaram diversos títulos e alcançaram a sequência de 87 vitórias seguidas em mapas, até que foram derrotados pela Virtus.Pro. Com esse sucesso passado tanto no CS:GO quanto no 1.6 e a presença em grandes torneios até hoje, a NiP faturou mais de 2 milhões e 381 mil dólares.

7 – mousesports

Ainda que a equipe não tenha conquistado muitos títulos de expressão no CS:GO, a mousesports conquistou a ESL One New York e vai longe em grandes torneios que disputa e se mantém entre as grandes organizações europeias. A passagem no CS 1.6 e no CS:Source também renderam altos valores para a organização, que contabilizou 2 milhões e 615 mil dólares.

6 – Virtus.pro

Tradicionalíssima no cenário, a Virtus.pro sofre com uma queda de performance e perda de brilhantismo. Fora dos grandes palcos, a organização não tem alcançado bons resultados e chegou a finalizar as atividades no CS:GO em 2018. No entanto, a organização voltou atrás e manteve ativa um dos nomes mais tradicionais do FPS, que teve sua época de ouro no CS:GO entre 2014 e 2017, tendo conquistado o major Series One Katowice 2014, em sua própria casa, na Polônia, além dos títulos no CS 1.6. Esses sucessos passados resultaram em mais de 3 milhões de dólares para a organização.

Equipe da Virtus.pro comemora o título do major Katowice em 2014. Foto: ESL

5 – FaZe Clan

Atualmente buscando se reinventar, a FaZe está presente entre os grandes times e participando dos maiores torneios desde sua entrada no CS:GO. Sem passagens nas versões passadas do CS, a organização europeia conquistou diversos títulos de expressão nos últimos anos, mas ainda não levantou o troféu do major, tendo sido vice campeã em 2018. A FaZe faturou um pouco mais de 3 milhões e 76 mil dólares nesse período de disputa.

4 – SK Gaming

Enquanto casa dos brasileiros que atualmente defendem a MIBR, a organização alemã teve sua era de ouro no CS:GO, quando o elenco brasileiro conquistou oito grandes títulos, sendo um deles o major em 2016. No entanto, a organização também foi beneficiada pelas campanhas de suas equipes no CS:Source, CS 1.6 e nos campeonatos femininos, totalizando 3 milhões e 260 mil dólares.

3 – Natus Vincere

Sempre na sombra de alguma outra equipe, a Na’Vi ainda não alcançou o estrelato. A organização que já foi a segunda melhor equipe do mundo no CS:GO levantou muitos títulos de relevância, mas sempre bateu na trave nas finais de major que disputou. Também presente no CS 1.6, a Na’Vi faturou 3 milhões e 279 mil dólares.

2 – Fnatic

Saindo da casa dos 3 milhões e pulando para os 4 milhões, se encontra a Fnatic. Organização sueca vencedora no CS:GO, também teve o sucesso estendido para o CS 1.6, além da equipe feminina e da divisão Academy. Todo esse brilhantismo rendeu 4 milhões e 344 mil dólares à organização.

1 – Astralis

Isolada na casa dos 6 milhões, a considerada melhor equipe da história do CS:GO Astralis faturou mais de 6 milhões e meio de dólares em premiação. Atualmente a organização está como a segunda melhor equipe no CS:GO e conta com três títulos de major na conta: ELEAGUE Major 2017, FACEIT Major 2018 e IEM Katowice 2019.

Todos os números foram retirados do site Esports Earning.