Depois de muita especulação sobre o que viria no novo update de Counter Strike:Global Ofensive, a VALVE finalmente decidiu lançar a nova atualização do jogo nessa quinta-feira (06). A grande novidade é a adição de um modo Battle Royale, que ganhou grande popularidade com jogos como PUBG e Fortnite. A versão de BR do CS se chama Danger Zone, e conta com a participação de até 18 jogadores por partida.

O novo modo Battle Royale poderá ser jogador de três maneiras diferentes, solo (16 jogadores), duo ou trio (18 jogadores) em um mapa chamado Blacksite. O gameplay será muito parecido com outros jogos em formato de BR, onde o jogador será deixado em um lugar aleatório do mapa, e terá que encontrar armas, granadas e colete espalhados pelo cenário, buscando ser o último sobrevivente para vencer, ao mesmo tempo que o tamanho do mapa vai diminuindo e ficando cada vez menor. Algumas diferenças da Danger Zone para os outros Battler Royales, será o uso de um tablet interativo, onde o jogador poderá comprar armamentos que serão entregues por drones, além de poder rastrear seus adversários. Outra grande diferença é a utilização do dinheiro para comprar armas melhores, que poderá ser encontrado em cofres através do mapa ou em missões secundárias como salvar reféns durante a partida

As armas funcionarão na mesma maneira que no modo tradicional, e o jogador também poderá comprar itens novos, como um medkit, que recuperará sua vida.

Quem participar do novo modo do CS até o dia 9 de janeiro de 2019 também receberá uma skin gratuita da arma MP5, chamada Lab Rats:

Além do modo Battle Royale, a VALVE ainda adicionou uma nova caixa com skins novas, batizada de Caixa Danger Zone:

Para fechar a atualização, a VALVE ainda anunciou que a partir de hoje, o Counter Strike: Global Offensive virou oficialmente um jogo gratuito, e todos os jogadores que já possuíam a edição paga serão automaticamente elevados ao status de jogador prime. O Prime do CS nada mais é do que chegar ao nível 21 no ranking dentro do jogo, e é utilizado para juntar jogadores primes na mesma partida do matchmaking, tentando diminuir o nivel de cheaters.