Após um bom e válido tempo de descanso, a Overwatch Contenders América do Sul está de volta! Os talentos da nossa região, nossas histórias, nossos destaques, nossas novidades… é tudo nosso! E agora o torneio conta com novidades de formato e a classificação do melhor colocado para um campeonato internacional, o que deixa tudo ainda mais disputado, fazendo com que cada detalhe conte muito! E, claro, as equipes passaram por uma grande dança das cadeiras, resultando nas mais diversas combinações de elenco e estilo, o que dá aquele tempero especial pro campeonato. Então, bora conhecer todas as equipes e suas características, pra gente acompanhar de perto todas as emoções e, quem sabe, até escolher um time do coração!

Nota: Algumas equipes tiveram mudanças muito recentes em seus elencos e, portanto, tais mudanças ainda não constam nas imagens advindas do site oficial. Entretanto, todas as contratações são devidamente citadas no texto.

Lowkey Esports

Formado pela base da antiga LFTOWL – time campeão da última temporada da Contenders SA de 2018 -, eis a grande fusão cenário, apontado como o Megazord do campeonato.

Com estrelas em todas as posições da equipe, Liko e Honorato saíram da Based para se juntar aos rivais e buscar a vaga no Duelo do Atlântico, primeira competição internacional entre Contenders deste ano. E não somente conquistar a classificação, mas fazer isso de maneira avassaladora. Com estilo de jogo inteligente e controlador, a equipe é a franca favorita desta temporada tanto na visão de analistas quanto do público em geral.

É difícil dar somente um destaque ao falar sobre essa equipe em específico, porém é sempre bom ficar de olho na sinergia entre Murizz e Fastie, tidos como dois dos jogadores mais perspicazes do campeonato, e nas jogadas de Liko e Ole, que representaram o Brasil na Copa do Mundo de Overwatch de 2018. E, claro: Eu nunca vi um time com MAURÍCIO HONORATO… vocês sabem o resto.

XTEN

O que não foi para a Lowkey, foi para a XTEN. Além disso, a equipe contou com a adição de HaPi, suporte que obteve muito destaque pelo seu Lúcio e estava há um tempo longe dos holofotes da Contenders SA.

Com certeza, a maior estrela do time é Neil, tanque principal, que também representou os brazucas na Copa do Mundo de OWzinho. Conhecido pelo seu estilo agressivo, é provável que a equipe jogue muito junta e forneça recursos sempre para a boa atuação de seu Reinhardt ou Winston.

Além de Neil, vale a pena destacar os papéis do DPS Valen – que assume brilhantemente a Zarya na GOATS – e de Agon, atualmente considerado por muitos o melhor off-tank da região. Agora é esperar pra ver se a sinergia será criada e o que resultará dessa mistura!

UP Gaming

A promessa das últimas duas temporadas de Contenders ainda não se tornou realidade, embora tenha consistentemente boas atuações e classificações aos playoffs.

Para 2019, o time conta com as adições de Matiash4km – no lugar de TH7 – e gbr – offtank reserva que pode substituir agM em algumas partidas. Em termos de DPS, o argentino Matias já se provou na temporada passada e o potencial de sua Zarya também se tornou conhecido. Porém vale a pena se atentar à comunicação do jogador com o restante da equipe, que deve ser extremamente fluida, especialmente nas composições atuais.

Substituir o conhecido TH7 não é fácil, principalmente por sua habilidade individual e experiência no cenário, porém o time pode se fortalecer caso a transição seja suave. E, como sempre, não podemos esquecer do potencial de uso de composições além da GOATS pela equipe, com Txozin amando um certo Wrecking Ball e o time já tendo demonstrado um bom uso de diversas táticas no passado!

Isurus Gaming

Uma das equipes mais antigas do cenário, conta também com jogadores de ponta e sempre está beliscando algum lugar no topo das tabelas. E, com certeza, permanecem com possibilidades altas de repetir o feito e continuar seu legado.

DDX, BEAST, Kaizak e Jhein permanecem no elenco e agregam muito ao nível do time. E, além deles, a lineup conta com Máximo – antigamente conhecido como DsFlashes – e Ludwig. O primeiro, já experiente no competitivo, nunca teve grande sucesso em algum time de ponta, porém esteve presente em diversos campeonatos de grande porte do cenário. Talvez sinta um pouco de dificuldade inicial com o nível da Contenders, porém deve se ajeitar com o tempo.

Já o segundo, o brasileiro Ludwig, foi impossibilitado de jogar em 2018 por conta de uma suspensão e agora volta mais forte do que nunca. Conhecido por já ter completado os times da BGH e da própria Isurus em campeonatos presenciais – e sempre ter um bom desempenho -, agora chega pra liberar seu real potencial no maior campeonato de Overwatch da nossa região! Olho neles!

 INTZ E-Sports

Dificuldades aos montes marcaram o caminho da INTZ durante a última temporada de Contenders e, como resultado, a equipe caiu para a Trials. Porém, voltou em grande estilo, garantindo 6 vitórias e somente 1 derrota no torneio, e está com reforços!

Primeiramente, o off-tank Drusker migra para a posição de DPS e o time recebe Helvoro, off-tank experiente do cenário, que pode elevar o nível geral da linha de tanques dos intrépidos. Além disso, izAvenge, tanque principal que teve boas aparições em 2018, também chega para reforçar o elenco. Conhecido principalmente pelo seu Reinhardt e seus Abalos Terrestres, pode ser uma peça chave nas partidas da equipe.

E, por fim, Nyohl, vindo direto da Divisão Aberta, e TH7, ex-Up Gaming – e jogador extremamente conhecido no cenário por sua habilidade individual – completam a lineup, na posição de DPS.

É uma equipe com muitas mudanças e alto potencial, porém pode precisar de um tempo maior para ajeitar a casa. Além disso, possuir 3 jogadores argentinos e 4 brasileiros pode não ajudar muito nesse quesito. Portanto, é mais provável que a equipe permaneça mais abaixo na tabela.

 Caverna E-sports

Time que mais surpreendeu na terceira temporada de 2018 – conseguindo o segundo lugar do Grupo A, mesmo após serem considerados o possível time mais frágil deste grupo -, a Caverna volta com os mesmos jogadores que tanto evoluíram durante o ano passado e trazem também novos nomes.

SimbaXP, suporte principal, aumenta as possibilidades da retaguarda e pode ser usado tanto estrategicamente quanto em caso de problemas com um de outros jogadores. E, além dele, Darken, Off-tank que atuou pela Suquinho Nation na temporada passada, também reforça o elenco.

Em geral, ainda dependem da surpresa e da consistência adquirida ao longo do tempo. A concorrência aumentou nesta temporada, principalmente com a diminuição do número de times de 12 para 8, e isso não ajuda muito na situação da equipe. Porém, possuem um altíssimo potencial para fugir da região da Trials e conseguir aquela vaga sonhada nos playoffs!

 Fury

A equipe mais diversificada do campeonato inteiro! Contando com 4 brasileiros, um peruano, um chileno, um argentino, um mexicano, um canadense e um australiano – entre jogadores e equipe técnica -, a Fury demorou a se ajeitar na temporada passada, caiu para a Trials e… voltou invicta! Isso mesmo: 7 vitórias. Nada de derrotas.

Com um estilo de jogo muito centrado em trabalho de equipe e eventuais escapadas do tanque principal Keath atrás de alguma jogada individual, a equipe se dá bem com composições que atuam em bloco, como é o caso da GOATS em geral, e pode avançar bem na tabela por conta disso.

Finalmente, podem aparecer com Pharah e Mercy e outras combinações menos ortodoxas pro estado atual do meta, principalmente por conta dos bons desempenhos de Win98 – jogadora conhecidíssima de Mercy – e de Shinigami – conhecido pelo seu Genji e Pharah de outros carnavais.
Potencial para meio de tabela a equipe com certeza tem, então nos resta ficar de olho para ver se chegam lá ou se amargam mais uma ida à Trials!

The Suquinho Nation

Eis um time que ganhou muita atenção durante a última temporada! Jogadores que voltaram da “aposentadoria”, mudanças no meio do campeonato, altos e baixos e, finalmente: playoffs! Com um Overwatch moleque, ousado, a equipe se destacou e tem tudo para continuar o bom momento em 2019.

Em termos de elenco, Spideragony entra como reforço dainha de DPS, trazendo experiência de muitos outros carnavais. Contudo, o tempo relativamente parado pode afetar o desempenho fo jogador, em especial no início do campeonato. Além dele, Frix – famoso Offtank uruguaio, peculiarmente conhecido pela sua D.Va e suas Autodestruições – e Shawnoff entram no time, que terá que reformular sua estrutura e comunicação, e contará com o técnico Gatti para isso.

É uma equipe que deve continuar surpreendendo porém não pode tropeçar em momento algum, especialmente contra times que devem ficar mais abaixo na tabela, pois os desafios contra os favoritos serão no mínimo… sofridos.

 

E é isto! Agora é possível ter uma noção geral de cada equipe participando da Overwatch Contenders América do Sul e já se preparar pra armar aquela torcida! Lembrando que para conferir todas as informações de times, datas e muito mais, é só acessar o Site Oficial da Contenders que já está todo em português! E, claro, vejo todos vocês às Segundas e Quartas às 19h no Canal da Overwatch Contenders em Protuguês! Um grande abraço e até semana que vem! :D