Como de costume, temos duas equipes que lutam para não cair para o Circuito Desafiante. Neste split, CNB vs TShow jogarão neste domingo às 13 horas.

Em 2016, o sétimo e o oitavo colocado jogavam uma partida que definia quem seria a equipe rebaixado. Com a mudança do regulamento em 2017, o oitavo lugar já tem seu lugar no Circuitão garantido! No primeiro split, a Brave ficou com o posto e foi rebaixada do CBLOL.

Neste segundo split de 2017 duas equipes disputam o sétimo lugar. CNB e TShow não pontuaram em 5 rodadas de competição. Enquanto isso, a sexta colocada Keyd Stars já soma 8 pontos.

Após este turno, não teremos mais duas equipes com 0 pontos na tabela.

Como a CNB pode vencer?

Jogando em torno do Lep

A maior diferença de nível e experiência entre as duas equipes está na famosa ilha da top lane. Vinícius “B4DD” Marinheiro caiu de paraquedas no CBLOL, enquanto Pedro “Lep” Marcari já representou o Brasil em um Mundial de League of Legends.

A CNB já provou também ser uma equipe que gosta muito de jogar em composições de splitpush com Fiora, Camille e até mesmo o famoso Jax.

Na laningphase, B4DD tende a escolher o seu Renekton onde ele garante uma vantagem no início do jogo ou alguns campeões mais passivos como o Gragas onde o top laner simplesmente irá limpar as ondas de minions. A CNB precisa explorar isto!

Foto: Riot Games

Snowball com TinOwns

Marcos “Krastyel” Ferraz teve uma ótima performance no desafiante este ano mas quando ele foi para o CBLOL as coisas mudaram bastante. O jogador tomou uma postura totalmente apática, assim como toda a TShow e raramente arrisca algo.

No lado da CNB temos Thiago “TinOwns” Sartori, que é um jogador extremamente habilidoso. Na primeira semana, Tin após garantir um abate na selva adversária com sua Leblanc criou uma bola de neve gigantesca e a INTZ conseguiu de alguma maneira, vencer a partida.

Se a CNB realizar uma bola de neve parecida contra a TShow os bodes não vão conseguir reagir como os intrépidos fizeram.

Como a TShow pode vencer?

inesperado

O pick de Xin Zhao da TShow deu totalmente errado, mas eu admito, eu gostei da atitude. Trazer uma estratégia totalmente inesperada pelos seus adversários pode garantir no mínimo uma vitória nesta MD2.

Para falar a verdade, nem precisa ser um pick diferente, uma simples postura totalmente inesperada da TShow pode definir a série!

Ferchu, jungler da T Show – Foto: Riot Games

Danagorn

Daniel “Danagorn” Drummond não está tendo um bom ano em 2017 em sua carreira. Mesmo assim, o jungler atuou com Lep, Tin e Minerva durante a conquista do CBLOL de 2014 e jogou o mundial com eles.

Se tem alguém que sabe e entende como esses três jogadores pensam, esse alguém é o Danagorn. Não preciso comentar também que ele já jogou durante um bom tempo ao lado de Guilherme “Vash” Del Buono né?

Quem cai? Quem fica?

Vejo a CNB com uma vantagem nesse confronto e para mim, as chances deles saírem com 3 pontos não é tão baixa. Porém, caso a TShow surpreenda em um dos jogos, o empate é algo que pode acontecer.

Na série contra a paiN, vimos uma CNB que se arriscava muito e ia com tudo para cima e tudo dava errado para eles.

A TShow é o contrário! É uma equipe que não faz nada. Não vai para cima, não busca jogo, não inicia objetivos, não inicia lutas. Por incrível que pareça, a postura apática da TShow em seus jogos pode funcionar em certos momentos contra o desespero da CNB.

O mais bizarro disso tudo é que, caso CNB e TShow empatem e ambas as equipes percam na última rodada, irá ser rebaixado a equipe que demorou mais para vencer a outra neste duelo. Ou seja, essa série é muito importante!

Gostou do pré-jogo? Siga o Mais e-Sports no Instagram e veja imagens dos bastidores do CBLOL