Liko é um dos destaques da nova escalação da Lowkey – Foto: Robert Paul/Blizzard

O cenário brasileiro de Overwatch ganhou um “supertime”. Reunindo jogadores da LFTOWL e da based tryhards, campeã e vice da última Overwatch Contenders SA, a nova escalação foi contratada pela Lowkey Esports.

O anúncio aconteceu nesta terça-feira. Via Twitter, a organização norte-americana revelou a chegada do sexteto e de dois treinadores.

A nova escalação será formada por Murilo “murizzz” Tuchtenhagen, Renan “Fastie” Melo, Paulo “pizzalover” Vitor e Pedro “ole” Orlandini, – campeões com a LFTOWL, e Felipe “liko” Lebrao e Mauricio “honorato” Honorato – bicampeões com a BGH e vices com a based.

O comando será de Yuri “insanitz” Ribeiro e Jonathan “TMATTEI” Mattei, que eram, respectivamente, os treinadores responsáveis pelas duas equipes.

O objetivo é vencer a primeira edição da nova temporada da Overwatch Contenders – que ainda não tem data para acontecer. Agora, a competição dará vaga para o Atlantic Showdown, que acontece entre maio e junho e reunirá os destaques das Contenders das Américas e da Europa.

Fim de uma era

Com as saídas de liko e honorato, a based tryhards, principal equipe brasileira de Overwatch, chegou ao fim. Formada pelos ex-jogadores da Brasil Gaming House, os bicampeões da Contenders optaram pelo disband.

Em tuíte, a equipe afirmou que os jogadores decidiram “seguir seus rumos em oportunidades novas” e que o fim da escalação foi a “melhor opção”.

Além de liko e honorato, o sexteto que vinha atuando pela equipe era formado por Eduardo “dudu” Macedo, Mateus “neil” Kröber, de Thiago “wings” Righi e André “lubbock” Carravieri.

Recentemente, a based foi vice-campeã da Contenders latina após ser derrotada pela LFTOWL na decisão. Essa foi a primeira vez nas três edições da liga que a equipe, que antes competia como BGH, não saiu com o título.

Além do resultado negativo, a based também passou por trocas na escalação. A principal delas foi a saída de Renan “alemao” Moretto, que foi contratado pela Boston Uprising, da Overwatch League. Outros desfalques foram as saídas do argentino Nicolas “Klaus” Ferrari, contratado pela Uprising Academy, e de Rodrigo “kolero” Kröber, que decidiu se aposentar.