A Team oNe chegou como underdog no confronto contra a RED Canids Kalunga pelas semifinais do Circuito Desafiante 2019 e surpreendeu a todos, vencendo a série por 3-1. Agora os golden boys enfrentarão a paiN Gaming na grande final do torneio, valendo vaga direta no segundo split do CBLoL 2019. confira a entrevista com Alanderson “4LaN” Meireles, caçador da T1, após a vitória:


A Team oNe perdeu todos os confrontos contra a RED Canids na fase de pontos. O que vocês aprenderam com esses jogos e qual a diferença da REd da fase de pontos para a RED da semifinal?

4LaN: Primeiramente eu acho que eles nos desrespeitaram um pouco. Tem um vídeo do Lep falando que ia ser fácil, outro cara brincando e tal. Por mais que isso seja brincadeira isso deixa a “brisa” do time meio se achando, meio pra cima, e não é assim MD5 é MD5, é uma série adaptável e você tem que realmente estar com tudo ali certinho para ganhar, eu acho que eles desrespeitaram e dançaram.

Esse tipo de atitude faz com que o time venha com mais garra para o jogo?

4LaN: Eu cresço muito! Quando alguém zoa eu fico com raiva e penso “vou te amassar!”, mas isso vai de cada jogador.

O fato de o favoritismo estar pro lado da RED Canids tira um pouco da pressão em jogar essa semifinal?

4LaN: eu sou um cara que não liga muito para pressão, acho muito de boa até porque eu sempre sou underdog, na Brave, na Team oNe quando ganhei o CBLoL, sempre fui o underdog, então é muito de boa para mim só chegar e fazer a parada da melhor forma possível. Não é algo que me pese, mas não sei quanto a rapaziada, mas eu concordo com o Takeshi, estávamos bem confiantes no nosso trabalho e sabíamos que no mínimo seria um jogão.

Você estava se sentindo bastante confortável para esse confronto?

4LaN: Eu acho que foi de boa, no segundo de jogo de Karthus foi bem difícil porque eles tinham uma Leblanc, nós treinamos várias vezes Karthus contra Nidalee e eu sabia que eles iriam escolher ela, mas acabou que aquela LB quebrou um pouco e nos outros jogos eles meio que desrespeitaram um pouco deixando a Rek’Sai livre sabendo que eu sou mono, jogo qualquer matchup com ela suave. No último jogo eu acho que ele jogou muito mal, ele botou pressão no top e ficamos com uma Kai’sa e um Rakan de boa no bot sem tomar pressão nenhuma, talvez nesse quarto jogo ele estivesse um pouco perdido.

Você é conhecido por jogar muito com Rek’Sai. Você acredita que a RED Canids te “desrespeitou” por não ter banido o campeão ou acha que foi uma estratégia deles?

4LaN: Eu acho que Rek’Sai é um pick muito cogitado hoje em dia e ele deve ter treinado várias vezes contra ela, então provavelmente ele testou vários picks e deve ter funcionado, mas minha Rek’Sai é diferenciada!

Revolta ficou muito tempo sendo considerado um dos melhores caçadores do Brasil, porém não está mostrando um desempenho muito bom ultimamente. Você acha que ele está jogando abaixo do seu nível de habilidade ou é apenas uma fase?

4LaN: Eu ainda o acho muito bom, mas o ponto é que aqui no Brasil só tem jungler ruim, inclusive eu. Revolta é ruim, Minerva é ruim  se for comparar com os junglers lá de fora, o dia que eles forem para fora vão tomar um pau igual eu tomei e vão entender. Aqui para o Brasil ele ainda é um dos melhores, top 5, mas no momento eu creio que o minerva, Shini e Camarão (shrimp) são melhores que ele.

Como está a cabeça da Team oNe para jogar a final?

4LaN: Botar o pé no chão, voltar ao trabalho, nossa humildade nossa rotina, vamos entrar como underdogs de novo mas o importante é trabalhar duro nos treinos porque o oficial é apenas um espelho dos treinos.

Levando em consideração a quantidade de jogadores experientes na Team oNe, como o time lida com a ansiedade de estar tão próximo de voltar ao CBLoL?

4LaN: Cara vou te falar que sou um cara muito suave. Não é que eu não ligo se vou subir ou não, mas eu só não penso nisso, eu sei que se eu fizer meu trabalho serei recompensado então eu tento treinar de segunda a segunda e no final é isso, vou ser recompensado.

A grande final entre paiN Gaming e TEam oNe acontecerá no dia 20 de março. Você pode acompanhar a cobertura completa do Circuito Desafiante aqui no Mais Esports.