Não foi dessa vez que o Brasil conseguiu assegurar sua vaga na próxima fase do Hearthstone Global Games. O time formado por Thiago “Coglorin” Pontes e Cesar “Legolas” Pereira da paiN Gaming, Leo “leomane” Almeida da Big Gods e Paulo “Loxodontes” Ramos, da Keep Gaming perdeu por 3 a 1 para a Nova Zelândia nesta quinta-feira (29) e agora vai para a última rodada do grupo D em busca da classificação

No primeiro duelo da série, Leomane bem que tentou utilizar todo o potencial do seu deck, com o combo “Gêmeos do Mal” e “Evoluir”, mas não foi páreo para o baralho de Druída do seu oponente, que fechou a partida com certa facilidade e marcou o primeiro ponto para a Nova Zelândia.

No segundo confronto, com um draw extramente favorável e contando com a “ajuda” do deck Paladino murloc da neozalandesa Pathra, que utilizou dois murlocs que foram presas fáceis para os dois “Caranguejos Famintos” do Aggro Shaman deck do brasileiro, Loxodontes conseguiu um agro impressionante que forçou a sua adversária a chamar o GG em 2 minutos e 40 de duelo. Tudo igual na série, 1 a 1.

Na terceira partida, foi a vez de LegolaS com seu deck “Control Mage” ter pela frente Flamelord com seu baralho de Sacerdote. Sem muito sucesso em conseguir extrair o potencial do seu deck por conta das várias cartas de cura do oponente neozelandês. Com o jogo já bem encaminhado para Flamelord, LegolaS que já não tinha mais nenhuma carta em seu baralho, ainda teve que ver seu oponente usar a carta “Poção Maior de Cura” e mesmo com 28 de vida, foi obrigado a desistir da partida. 2 a 1 Nova Zelândia.

No quarto jogo da série, Coglorin com seu deck de Caçador enfrentou TingTong com seu baralho de Shaman. O neozelandês conseguiu conter muito bem o ímpeto do deck brasileiro e com certa facilidade fechou a partida e a série, em 3 a 1.

Apesar da derrota, o Brasil ainda segue vivo no Hearthstone Global Games, já que havia vencido a seleção de Taiwan por 3 a 0 na primeira rodada do grupo. LegolaS, Coglorin, Loxodontes e Leomane precisam vencer a lanterna do grupo D, Hungria, em confronto que será disputado no dia 4 de julho para conseguir a classificação para a próxima fase da competição.