O ex-jogador da Iron Hawks, Gabriel “Bieldomaul” Ferreira, partiu para um bootcamp sozinho para a Coréia do Sul em busca de se aventurar na soloQ coreana.

Recentemente, tivemos o caso dos jogadores da Vivo Keyd recentemente que ficaram durante 1 mês no país para jogar na soloQ Coreana, considerada a de maior nível do mundo, e também para buscar treinos com equipes. Mesmo sozinho e sem time atualmente, Bieldomaul decidiu também ir para o país dos Esports buscar melhora e desenvolvimento na soloQ coreana.

O Mais e-Sports conversou com o jungler sobre o seu bootcamp. Ele explica que iria ficar na Gaming House da Iron Hawks no início de 2018, porém, devido a sua faculdade ele acabou mudando suas metas: “Faltando um mês para o fim do split, foi quando comecei a participar das atividades da equipe. Consegui aprender muito com alguns dos membros da equipe, principalmente com a comissão técnica e os jogadores Klaus e Caos.

Ele conta que começou a jogar LOL em 2015 e alcançou o Challenger no ano seguinte. Mesmo assim, a vontade de se tornar profissional foi aparecer apenas em 2017: “Meu foco sempre foi ser streamer e conciliar isso com os estudos, mas com o tempo vivenciando e conversando mais com jogadores profissionais eu fiquei com muita vontade de competir nesse meio e ser o melhor. Essa transição ocorreu em maio de 2017 quando eu decidi trancar a faculdade e dar um tempo nas streams para focar no meu individual e conseguir uma boa colocação na soloQ brasileira. Acabei conseguindo atingir top 2!

Jogador em um PC Bang na Coréia – Foto: @Bieldomaul

Para o jogador, o Bootcamp será uma mistura entre uma experiência de vida e também a sua busca para evoluir como jogador e streamer. “O meu foco maior no momento é o de ser um jogador profissional mas ter um plano b através das streams pode ser algo a se pensar. Tentarei conciliar as streams mas com um foco maior na gameplay e menos em interação, ate mesmo para não estragar o meu desenvolvimento e evolução durante o bootcamp,” comentou.

Já na Coréia a cerca de 5 dias, Bieldomaul está atualmente no Diamante 2 do servidor Coreano. Antes de partir para a viagem, ele havia comentado sobre as suas expectativas na soloQ coreana: “Acho que mestre é um elo q da para alcançar, mas fiquei um pouco preocupado quando vi q alguns jogadores da Keyd não conseguiram alcançar o mestre. Só com o tempo para ver.”

O jungler acredita que além de sua evolução como jogador, o bootcamp na Coréia pode abrir os olhos de algumas equipes brasileiras para contratá-lo: “A soloQ brasileira não e muito bem vista, então, se dar bem nela as vezes se torna irrelevante. Um bom desempenho la fora poderia acarretar em boas oportunidades para o ano de 2019″

Ir para a Coréia não é algo tão barato. Ele conta que gastou cerca de 5700 reais com as passagens e a moradia sairá por volta de 4 mil reais durante os 2 meses. Ele está ficando em uma casa com outros 2 jogadores do Challenger: Um Coreano e um Europeu.

Até o momento, ele vem realizando streams de um PC Bang, as famosas “lan houses” da Coréia do Sul. Você pode acompanhar as streams de Bieldomaul em seu canal da Twitch.TV: