Astralis é campeã da IEM Chicago 2018 (Foto: Divulgação/ESL)

Neste domingo (11), Astralis e Team Liquid se enfrentaram na final da IEM Chicago 2018 em uma série MD5. Essa foi a quarta vez no ano em que os dinamarqueses enfrentaram os norte-americanos em uma decisão, e nas três oportunidades anteriores a equipe do rifler Emil “Magisk” Reif tinha levado a melhor, e dessa vez não foi diferente. A Astralis venceu a Liquid por 3-0 e se tornou a grande campeã do evento, faturando 100 mil dólares e se firmando ainda mais como melhor equipe do mundo. O MVP foi o AWP Nicolai “dev1ce” Reedtz

O Jogo:

Escolha da Team Liquid: Mirage
Escolha da Astralis: Nuke
Escolha da Team Liquid: Inferno
Escolha da Astralis: Dust 2
Decider: Overpass

A série teve início na Mirage, e a Astralis começou do lado TR. Com um 4K do Emil “Magisk” Reif, os dinamarqueses venceram o primeiro pistol e o anti-eco seguinte, abrindo 2-0 no placar. Os donos da casa reagiram, e não só empataram o jogo em 2-2 como viraram para 6-3, incluindo uma rodada onde o brasileiro Epitácio “TACO” de Melo fez um bonito 5K.

A Team Liquid conseguiu aumentar a vantagem para 8-3, mas a Astralis começou a encaixar seu jogo, e em uma metade bem disputada, os norte-americanos levaram a melhor por 9-6. Jogando agora de CT, os dinamarqueses não conseguiram garantir o segundo pistol, e também perderam o forçado e o eco seguinte, ficando em uma situação complicada, estando atrás por 12-6. A Astralis mostrou porque é a melhor equipe do mundo, e de forma impressionante, com uma defesa extremamente sólida, começaram a ganhar rodada após rodada e voltaram para a partida, não só empatando o jogo em 14-14 como vencendo por 16-14 e abrindo 1-0 na série.

A segunda partida aconteceu na Nuke, mapa onde a Astralis vinha de uma sequência de 28 vitórias consecutivas, e os dinamarqueses colocaram uma mão na taça. Começando do lado CT, a Team Liquid não conseguiu encaixar seu jogo no início, perdendo o primeiro pistol e ficando atrás no placar por 6-1 logo de cara. A reação veio através do americano Nick “nitr0” Cannella, que passou a não errar mas nenhum tiro de AWP, além de fazer excelentes jogadas, incluindo um belo 3K do estadunidense, com direito a facada pela smoke, diminuindo a vantagem para apenas 6-5.

Em uma metade bastante disputada, os dinamarqueses levaram a melhor, vencendo o half por 9-6. Jogando agora de CT, novamente a Astralis venceu o pistol e o anti-eco seguinte, abrindo 11-6 de frente e ficando em uma situação bem confortável na partida. Com um lado defensivo quase perfeito, os dinamarqueses venceram o segundo mapa por 16-7 e abriram 2-0 na série, precisando de somente mais uma vitória para levantar a taça.

O terceiro mapa foi Inferno e a Team Liquid, que começou do lado CT, venceu o primeiro pistol e os anti-ecos subsequente, abrindo 3-0 de frente. A Astralis, assim que teve dinheiro para comprar o armamento, começou a controlar o jogo, e passou a tomar as ações da partida, vencendo a primeira metade por 11-4. A dominância continuou no segundo half, e os dinamarqueses venceram o pistol. Com um lado TR perfeito, a Astralis venceu o terceiro mapa por 16-4 e a série por 3-0, se tornando os grandes campeões da IEM Chicago 2018.

Veja como ficou a classificação final da IEM Chicago 2018:

1° Astralis: 100.000 dólares
2°- Team Liquid: 42.000 dólares
3°/4°- FaZe Clan e Fnatic: 20.000 dólares
5°/6°- Team LDLC e mousesports: 10.000 dólares
7°/8°- Luminosity Gaming e NRG: 6.000 dólares
8°/9/10°/11°/12°- MIBR, North, BIG e eUnited: 5.000 dólares
13°/14°/15° e 16°- MVP PK, Renegades, Natus Vincere e AVANGAR: 4.000 dólares