Neste último fim de semana aconteceram os jogos de estreia da primeira rodada do CBLoL 2018. Com novidades como o novo formato “melhor de 3” e muitas equipes passando por reformulações, também houveram curiosidades estatísticas sobre os jogos de estreia do Circuito Brasileiro.

1- Wards por minuto da KaBuM! e-Sports

O número de sentinelas de visão, as famosas wards, colocadas por uma equipe demonstram o controle de mapa que tiveram ou deixaram de ter durante o jogo.

Nuddle, o novo treinador da KaBuM – Foto: Riot Games

Sendo a equipe do CBLoL que mais wardou o mapa, com em média 5,34 wards por minuto, a KaBuM! manteve a mesma porcentagem da ex-campeã mundial SKT em sua semana pela LCK. Neste sábado, a KaBuM! emplacou uma vitória de 2 a 0 em cima da CNB.

2- A não-dominância dos First Bloods

Nesta primeira semana, CNB, KaBuM!, INTZ, Keyd, paiN e Team One obtiveram a mesma porcentagem de First Bloods; 50%. Pegaram o primeiro abate em uma partida e, na seguinte, sofreram o mesmo. Já no confronto md3 entre RED Canids Corinthians e ProGaming a história foi diferente,  2 First Bloods para PRG e 1 para RED.

Porém, há um fato interessante nisso. Nenhuma equipe garantiu o primeiro abate em todas as suas (duas ou três) partidas, sendo o CBLoL a única liga com esta marca.

Na LMS apenas a MAD obteve 100% dos First Bloods. Já na LCS NA, 100 Thieves e Echo Fox garantiram a mesma marca, ao lado de Giants, Misfits e Fnatic na LCS EU e Kingzone DragonX e ROX Tigers pela LCK.

3- Tockers, a cabeça do Exódia

Tockers antes do início da série contra INTZ E-Sports (Foto: Riot Games Brasil)

O KDA é o valor que demonstra o papel de um jogador em garantir e auxiliar seu time nos abates, também contando o seu número de mortes, sendo calculado por “(K+A)/D” (número de abates mais o número de assistências dividido pelo número de mortes).

Com Azir nas duas partidas, Tockers terminou a primeira partida 9/0/6 e a segunda 8/1/4. Realizando o cálculo, o KDA do midlaner da Keyd é o mais alto do Brasil resultando 27, logo a frente de Matsukaze, com 24 de KDA.

4- A onipresença de Lactea

Por mais que a Team One tenha saído derrotada do embate contra a PaiN Gaming, as estatísticas reservaram um lugar de destaque para seu atirador!.

Participando dos 13 abates de sua equipe, Lactea foi o único jogador do CBLoL e um dos poucos de todas as regiões a obter 100% de participação nas kills de seu time.

5- Um por todos, todos por Matsu

Foto: Leonardo Muraoka – paiN Gaming

Duas das estatísticas mais interessantes que a Riot disponibiliza é a porcentagem de ouro que ficou para cada jogador e a porcentagem de dano causado por cada um. Quando analisada a primeira semana do CBLoL, percebemos que Matsukaze esteve na liderança em ambos.

Sendo o jogador do CBLoL que obteve a maior porcentagem do ouro (28,1%) e que causou a maior porcentagem de dano de sua equipe (39,4%), o atirador da PaiN Gaming foi certamente uma das grandes causas da vitória sobre a Team One, jogando de Tristana e Ezreal.