Um arquivo da Securities and Exchange Commission (SEC) de 23 de novembro mostra que a Cloud9 tem procurado arrecadar US$ 3 milhões no total em investimentos, que começou em 11 de novembro. Relatórios também mostram que o arquivamento apresentado pela equipe isenta a Cloud9 de apresentar informações detalhadas sobre o investimento.

Estratégias desse tipo são usadas regularmente por startups para ganhar mais investimentos sem tornar os detalhes públicos. Permite-lhes excluir os nomes dos primeiros investidores e outros detalhes que normalmente devem ser divulgados ao tentar levantar capital de risco.

A apresentação parece ser a primeira que Cloud9 fez com a SEC, o que sugere que esta é a primeira vez que a empresa realizou um financiamento organizado deste tamanho. No entanto, o formulário também afirma que Cloud9 foi criada em 2016, por isso é possível que a organização, que foi fundada em dezembro de 2012, tenha feito atos parecidos sob um nome de empresa diferente.

A organização não lançou nenhuma nota oficial sobre o o investimento, porém os rumores mais fortes são de que todo esse investimento pode ser focado principalmente na Blizzard’s Overwatch League. Espera-se que as equipes façam uma oferta para a adesão permanente à liga, o que já estimulou a especulação de equipes esportivas mais tradicionais se preparando para entrar no mundo do e-sport.

Cloud9 é uma organização de e-sports da América do Norte e atualmente possui equipes de Hearthstone, League of Legends, Smite, Super Smash Bros. Melee, Dota 2, Heroes of the Storm, Halo, CS:GO e Overwatch.